Loading...

BEM VINDOS!


FLORAIS DE BACH

O QUE SÃO FLORAIS DE BACH?
Os remédios da alma.....

Criados por um médico inglês nos anos 30, os Florais de Bach são 38 essências de plantas e florais que podem ajudá-lo a administrar as pressões emocionais do dia-a-dia. Cada floral é indicado a uma emoção específica. 
Pode ser tomando individualmente ou misturado de acordo com o que estiver sentindo.
Essência floral ou elixir floral é a denominação convencional para um preparado natural, geralmente elaborado a partir de flores maduras, plantas ou ainda arbustos ao qual se agrega brandy ou álcool natural como conservante. O resultado é uma solução hidroalcaólica diluida que não possui princípios ativos e que por este motivo não apresenta nenhum efeito fisiológico, biológico ou orgânico. Os preparados normalmente se administram via oral e não apresentam toxicidade para as doses habituais.


Edward Bach
Edward Bach foi um médico de Harley Street, bacteriologista e pesquisador bem conhecido. Identificou 38 estados negativos da mente e criou uma essência floral ou de planta para cada um. Passou os últimos anos de sua vida num pequeno chalé chamado Mount Vernon e foi ali que ele concluiu suas pesquisas. Hoje Mount Vernon é mais conhecido como The Bach Centre (O Centro Bach) e os atuais responsáveis continuam a produzir as tinturas mãe (o primeiro processo na elaboração dos Florais) utilizando em muitos casos os mesmos locais identificados por Dr. Bach nos anos 30.
Somente a Assinatura Bach garante que você adquiriu os Florais de Bach Originais, elaborados como sempre foram desde os tempos de Dr. Bach, com tinturas produzidas exclusivamente no The Bach Centre em Mount Vermon.

O que tratam os florais de Bach?
Os Florais de Bach tratam do estado de ânimo e do temperamento da pessoa, ao invés de tratar as doenças físicas. À medida que aumenta a vitalidade do paciente, surgem dentro dele os meios para sua recuperação.
Os Florais de Bach são de ação benigna, não provocam dependência e podem ser usados por pessoas de todas as idades com absoluta segurança.

Doenças e sua cura

Dr. Edward Bach entendeu que a origem das doenças seria proveniente de sete defeitos: # Orgulho, Crueldade, Ódio, Egoísmo, Ignorância, Instabilidade Mental, Cobiça e Gula.
Apontou sete caminhos do equilíbrio emocional, que seriam: Paz, Esperança, Alegria, Fé, Certeza, Sabedoria, Amor.
E o seu conceito de saúde seria: Harmonia, Integração, Individualidade, Integridade.
O importante seria que a alma e a personalidade estivessem em perfeita sintonia através do equilíbrio emocional. As essências florais de Bach tratam a pessoa e não a doença; a causa e não o seu efeito.

Onde encontro as Essências Florais?
Se desejar tomar as essências florais, primeiramente, consulte um terapeuta floral ou profissional com especialização em essências florais. Posteriormente, envie a sua receita numa farmácia homeopática ou de manipulação. Em alguns países, poderá encontrar as essências florais em lojas que vendem produtos naturais.



Terapeuta Floral


"Profissional que trabalha com a terapia floral, na tentativa de ajudar a equilibrar o sistema emocional."

Fonte: Dicionário Michaelis


O que é ser um terapeuta floral?

A terapia floral é uma ciência baseada em essências florais, que são extratos líquidos naturais e altamente diluídos de flores, plantas e arbustos, que tem por objetivo promover o equilíbrio do sistema emocional e a harmonia pessoal, sempre buscando a conscientização plena do paciente, tanto do mundo interior quanto do exterior. O terapeuta floral é o responsável por atender o paciente e verificar se o tratamento floral será eficiente, diagnosticar o problema e as raízes emocionais dele, e então receitar o floral adequado. A terapia floral é considerada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como forma de medicina complementar, que se mostra eficaz e recomendada. Muitas doenças são causadas por algum desequilíbrio no sistema emocional, as chamadas doenças psicossomáticas, ou por ele agravadas, e seu tratamento pode ser muito mais completo e abrangente quando o emocional é tratado juntamente com o físico.


Quais as características necessárias para ser um terapeuta floral?

Para ser um terapeuta floral são necessários conhecimentos sobre as plantas e flores, suas características básicas e efeitos no sistema humano, além de conceitos aprofundados de psicologia e de constituição do sistema neurológico humano. Outras características interessantes são:
  • sensibilidade
  • facilidade para lidar com as pessoas
  • capacidade de organização
  • capacidade de observação
  • gosto pela natureza, suas características e funcionamento dos seus sistemas
  • capacidade de entendimento dos sentimentos humanos
  • responsabilidade
  • disciplina
  • paciência
  • boa visão holística
  • facilidade para lidar com as emoções
  • Descrição


  • Descrição
  

Qual a formação necessária para ser um terapeuta floral?



Para ser um terapeuta floral é necessário diploma em algum curso certificado de Terapia Floral. Esses cursos, geralmente são de curta duração e tem por objetivo formar um profissional apto a exercer as funções de terapeuta.
Existem também cursos que abordam especificamente os florais do Dr. Bach (patrono da terapia floral) e que ensinam sua filosofia. O mais importante na hora de procurar a especialização é que o curso seja devidamente qualificado e certificado, para garantir a autenticidade da sua formação.


Principais atividades

  • conversar com o paciente para entender o motivo que o levou a procurar ajuda, e as raízes emocionais do problema
  • diagnosticar o paciente
  • receitar o tratamento a ser usado, bem como a composição dos florais e a combinação de princípios que serão utilizados
  • realizar sessões de atendimento durante o tratamento, conversando com o paciente e verificando melhoras
  • analisar o quadro do paciente e, se for o caso, conversar com o médico responsável por outro tratamento paralelo, verificando se houve alguma mudança no quadro químico 
  • se o floral não surtir o efeito desejado analisar novamente o paciente e compor outra fórmula mais adequada ao seu organismo.
  • Depois de diagnosticar as essências florais necessárias ao equilíbrio do organismo do paciente, o floral pode ser prescrito para ser preparado em uma farmácia de manipulação, ou se o terapeuta possuir o kit de florais, ele produz em seu consultório.


Mercado de trabalho


O mercado de trabalho para o terapeuta floral cresce a medida que os tratamentos alternativos se mostram cada vez mais eficazes, principalmente na área emocional.

Atualmente, na vida agitada das grandes metrópoles, as pessoas são obrigadas a passar por situações desconfortáveis e estressantes todos os dias. Todos esses sentimentos acumulados, que causam mal estar e até podem provocar doenças, fazem as pessoas procurarem profissionais que as ajudem a eliminar essa tensão, com as mais variadas técnicas, como por exemplo, a terapia floral. Os florais têm ações específicas para o problema apresentado e apresentam alto grau de eficiência. O terapeuta floral pode atuar em seu próprio consultório ou em institutos de terapia holística.









    Áreas de atuação e especialidades

    Diversos problemas podem ser tratados com ajuda de florais, entre eles estão:
    • obesidade
    • depressão
    • ansiedade
    • insegurança ou timidez
    • desânimo
    • baixa auto-estima
    • angústia
    • insônia
    • pânico
    • TPM (tensão pré-menstrual)
    • medo
    • acne
    • ciúmes
    • carência afetiva
    • agressividade
    • apatia
    • frigidez
    • desconfiança
    • cansaço físico
    • intolerância
    • distração
    • enxaqueca
    • hipocondrismo
    • alergia
    • pesadelos
    • pessimismo
     O tratamento também se mostra eficaz para o tratamento em situações como:
    • separação conjugal 
    • ansiedade antes do casamento
    • luto
    • adolescência
    • conflito familiar
    • desilusão amorosa
    • perdas materiais e imateriais





    Objetivos do Curso Livre de Florais de Bach:

    Melhorar a Qualificação Técnica do Profissional de saúde através a aplicação 
    do método terapia Floral.
    Habilitar a conduzir uma sessão de terapia floral de forma autônoma, 
    complementar ou não à sua prática profissional.


    Conteúdo Programático:


    • Vida, obra e filosofia do Dr. Edward Bach
    • Os doze curadores e os sete auxiliares.
    • Método de preparo
    • Estudo das 38 essências e suas classificações por grupos: 
      • medo
      • incerteza e insegurança
      • falta de interesse no presente
      • solidão
      • hipersensibilidade as influências e idéias
      • desespero
      • cuidado excessivo com os outros;
    • Rescue Remedy em situações emergencias;
    • Uso em animais, plantas e ambientes;
    • Regras básicas para a prescrição dos florais;
    • Fórmula de tratamento;
    • Avaliação
    • Posologia;
    • Outros modos de uso.
    • Prática orientada (60 horas)
    • Apoio pedagógico contínuo






    Por que o Alzheimer se manifesta numa idade mais avançada?




    Colaboração de Sandra Petris
    Um novo modelo de saúde está surgindo como 
    resultado de uma busca humana que tem levado 
    de volta ao conhecimento antigo, agora 
    apoiado ou justificado pelos novos conceitos 
    da física quântica e einsteineana.
    Esse novo modelo considera o ser humano em 
    todos os níveis, inclusive o mais esquecido no 
    nosso mundo cientificista: o espiritual. 
    Além disso, esse novo modelo exige que 
    o paciente assuma responsabilidade pela 
    sua cura, que compreenda que as 
    pressões, estados emocionais e estresses 
    do passado o conduziram à doença. 
    Em conseqüência,mudanças no estilo de vida 
    e das atitudes são exigidas como necessárias à cura.
    O princípio básico dos Florais é a fixação da 
    essência da vida, da energia vital das flores, 
    num veículo – a água. 
    Aparentemente simples, o processo da Terapia Floral 
    lida com aspectos mais sutis da energética humana. 
    A trajetória do Floral passa pelas seguintes fases:
    • A assimilação é feita no sistema circulatório;
    • A essência fica entre os sistemas circulatório e nervoso e se 
    geram correntes eletromagnéticas entre eles;
    • A essência se move para os meridianos e daí para os corpos sutis e 
    para o nível celular, no corpo físico. De acordo com a sabedoria antiga, 
    a força vital trabalha através do sangue e a consciência atua através do 
    cérebro e dos nervos.
    Tanto o sistema nervoso como circulatório tem propriedades semelhantes 
    à do quartzo e no sistema nervoso situam correntes eletromagnéticas que 
    são usadas pela alma para estimular o corpo. 

    A sabedoria antiga também ensina que os portais de entrada da força vital 
    no corpo são: o corpo etérico e o fluído etérico, os chakras e a pele.


    É, portanto, por esses portais que a vitalidade das plantaspassa e 
    trabalha no sentido de harmonizar e equilibrar o ser humano. 

    Os Florais focam mais intensamente os estados emocionais e mentais, 
    mas é obvio que quando atuam nos padrões emocionais e mentais, 
    há cura no físico e crescimento espiritual.

    O Dr. Bach foi o descobridor dos florais. Outros seguiram sua trilha e 
    estudos de plantas são desenvolvidos no mundo inteiro. 
    Desconhecidas por muitos, ridicularizadas por alguns, as essências florais 
    ganham, silenciosamente terreno.


    Estão sendo mais e mais utilizadas no mundo com resultados surpreendentes. 
    Representam aquilo que é a arma da mais silenciosa revolução que acontece: 
    a revolução nos processos de cura e a instalação de um novo modelo de 
    saúde onde a pessoa é considerada em sua totalidade.


    Um modelo que permite que, de modo suave, a consciência se amplie e 
    se faça enfim, a religação com o Espírito que nos criou e sustenta 
    a todos e que seja possível à manifestação de saúde, bem –estar e harmonia.”



    A integração: Virtudes - Saúde

    “Devia ter amado mais, ter chorado mais, ter visto o sol nascer. 
    Devia ter arriscado mais, até errado mais, ter feito o que eu queria fazer. 
    Queria ter aceitado as pessoas como elas são. 
    Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração. 
    Devia ter complicado menos, trabalhado menos, ter visto o sol se pôr. 
    Devia ter me importado menos, com problemas pequenos, ter morrido de amor. 
    Queria ter aceitado a vida como ela é. 
    A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier”. (Titãs)


    A frase “envelhece-se como se vive”, nos coloca diante de uma 
    realidade inquestionável: ninguém deixa de ser o que era ou passa 
    a ser o que nunca foi. Aqui vários questionamentos me surgem:

    Por que o Alzheimer se manifesta numa idade mais avançada?
    Por que é uma doença onde se destrói os neurônios? 
    É para esquecer o quê? 
    Para se redimir do quê? 
    Qual será o motivo de seu alarmante crescimento?





    Enquanto jovens, adultos jovens, somos capazes de mascarar 
    a nossa fragmentação interna ainda que uma vez ou outra há quem 
    perceba que estamos mais rígidos do que o normal, menos risonhos, 
    mais isolados...
    Mantemos as aparências seja pelo papel que desempenhamos, 
    seja pela função que tenhamos na família, na sociedade, no trabalho, 
    mas com o passar dos anos, não suportamos tamanha desestruturação 
    e nos fixamos no estágio, no tempo, revivendo a memória de nossas fragmentações.


    Não podemos ver o Alzheimer de forma linear (causa e efeito), porque 
    a experiência no trato dia-a-dia com portadores de Alzheimer, nos revelam 
    que a evolução da demência em cada paciente é singular, muitas vezes 
    contradizendo até mesmo o que a literatura revela sobre o assunto. 
    Mas podemos apontar algumas considerações observadas:

     Na evolução do Alzheimer, a falha se torna 
    bastante acentuada;
    • A mudança de humor, a dificuldade diante do novo, 
    as crises de depressão são cada vez mais presentes;
    • Urge a necessidade de rotina;
    • O ambiente sadio, com pessoas que gostem do que fazem, 
    que demonstrem amor e carinho para com o paciente, um clima 
    acolhedor, que transmita segurança e aconchego, é de suma 
    importância para que haja melhoria do quadro de Alzheimer;
    • A agressividade de alguns fica à flor da pele;
    • Quanto mais a família se faz presente com demonstrações de 
    carinho e incentivo, maior probabilidade de pequenos ganhos de 
    melhora ou retardo do quadro da evolução;
    • A falta de estímulo aumenta a passividade.
    • Alguns pacientes não se abatem fisicamente, não apresentam perda 
    da polidez e nem da mansidão, e são capazes de se passarem por pessoas 
    lúcidas e sadias.


    Diante desse quadro, nos arriscamos supor que a provável causa do Mal de 
    Alzheimer está alicerçada no orgulho, na instabilidade, na ambição, 
    no ódio, no medo, na inveja e na passividade que a pessoa vivenciou 
    no seu interior ao longo da trajetória de sua existência.


    Na conjuntura atual, o tratamento dado ao portador de Alzheimer, 
    percebe os pacientes como verdadeiras cobaias humanas.
    Como não se sabe a causa e não se supõe a cura, trata-se a 
    conseqüência e não a pessoa. É comum ver as pessoas impregnadas 
    com a medicação que por um lado ajudam a conter a irritabilidade, 
    a agressividade, o delírio, mas impedem que a pessoa esteja alerta 
    à realidade ao seu redor; ajudam a retardar a perda da lucidez, 
    mas acelera a perda de peso, provoca diarréias ou prisão de ventre.


    Não haverá possibilidade de cura, se não se levar em consideração o 
    todo da pessoa, porque o físico sofre, mas o espírito também. 
    Como afirmar que a demência impede a pessoa de sentir a presença de
    um filho que há muito tempo não via e reconhecê-lo, mesmo quando 
    não sabe nem mesmo onde é o banheiro? Como explicar a sensibilidade que se 
    percebe no dia das Mães, do Natal, mesmo quando a pessoa não fala ou não anda?
    Se houvesse a possibilidade de experiências do uso dosFlorais de Bach 
    para ajudar a resgatar a força vital dentro dessas pessoas, o corpo não 
    reagiria de forma diferente? Como gerar alívio do sofrimento apenas através 
    de drogas se há uma cisão interna na pessoa?


    Como dizia Dr. Edward Bach: cura total vem essencialmente de dentro de nós,
    da própria alma que por meio da bondade do Criador, erradia harmonia do 
    começo ao fim da personalidade, quando se permite que assim seja.

    Não podemos afirmar a cura, mas a prevenção da demência, 
    resgatando a virtude necessária bem antes que a doença se instaure, 
    bem como evitar que haja uma evolução da fase leve para a grave. 



    A partir da realidade observada, sugerimos algumas flores que auxiliem nesse 
    estágio de prevenção, mas um questionamento permanece: como ajudar os
    pacientes dos casos mais severos de Alzheimer? O trabalho diário com estes
    pacientes nos aponta para um caminho eficaz: a espiritualidade. 
    O que nos falta é o que a ciência pede: “provas concretas”.



    Texto de Maria Duques, Terapeuta Floral e Escritora.




    FLORAIS DE BACH E OS SIGNOS

    Agrimony: Para problemas em geral, tormentos e preocupações. Ideal para aqueles que escondem seus sentimentos e preocupações de outras pessoas. Agrimony destrava a depressão e angústia, liberando o estado emocional que está preso dentro de si mesmo. Esse floral está relacionado com o signo de Sagitário.

    Aspen: Ajuda a nos trazer de volta à realização da Unidade. Bom para medos vagos, especialmente se não houver explicação concreta, maus pressentimentos, senti medo de voltar a dormir por causa de pesadelos noturnos. Ideal para crianças que sentem medo de ficar sozinhos e tem medo de escuro. Esse floral está relacionado com o signo de Touro.

    Beech: Para aqueles que gostam de exagerar nos fatos e mania de julgar. Ajuda a pessoa a ser mais tolerante, compreensivo das diferenças individuais.

    Centaury: Ajuda a dissolver a falta de iniciativa e a fraqueza em horas de decisões. Ajuda a pessoa a encontrar seu eu interior, se tornar mais ativo e positivo. Esse floral é relacionado com o signo de Virgem.
    Cerato: Ajuda a achar a nossa individualidade e a nos livrar de influências negativas vindas de fora. Ideal para aqueles que não sentem confidência e que estão perguntado pela opinião dos outros sempre. Esse floral está relacionado com o signo de Gêmeos.
    Cherry Plum: É indicado para aqueles que sentem medo, afasta a idéia de suicídio e ajuda a controlar a ansiedade.
    Chestnut Bud: Para aqueles que nunca aproveitam as oportunidades. Também para aqueles que continuam repetindo os mesmos erros, incapaz de aprender com as experiências da vida.
    Chicory: Ajuda a combater o egoísmo e a possessividade. Ideal para aqueles que não conseguem ver nada de errado. Ajuda a compreender o amor como um sentimento natural. Esse floral está relacionado com o signo de Escorpião.
    Clematis: Ajuda a trazer a estabilidade, ajuda a pessoa a realizar seus trabalhos nesse mundo. Também ajuda na falta de interesse pela vida e resgata a capacidade de atenção dos mais dispersos. Esse floral está relacionado com o signo de Peixes.
    Crab Apple: Ótimo para limpeza interior. Ajuda a eliminar a idéia de obsessividade, liberando a pessoa para compreender que as disordens físicas têm início dentro de si mesma e ajudando-o a manter o controle para reverter situações que estão em disarmonia.

    Gentian: Ideal para quem se sente discorajados, precisando encarar as dificuldades como oportunidade de crescimento. Gentian ajuda a transformar nossas dúvidas, compreendendo-as. Também encoraja a enfrentar obstáculos e superar perdas ou afastamento de pessoas queridas, animais de estimação ou empregos.
    Gorse: Ajuda a dissolver a desesperança e o disânimo daqueles que não confiam na própria força para reverter situações difíceis. Também ajuda a trazer coragem para continuar com a luta do dia a dia.
    Heather: Para aqueles que estão procurando por companheirismo, também para aqueles que sentem infelizes e sozinhos. Ajuda a acalmar o medo, dissolve a ansiedade e a mania de ficar falando o tempo todo só sobre si mesmo.
    Holly: Para aqueles que se sentem atacados por pensamentos destruidores de inveja, ciúme ou qualquer outro tipo de sentimento negativo. Traz proteção contra as influências negativas vindas de fora. Indicado para quem costuma passar mal ao ver o sucesso dos outros e para quem confia de tudo e de todos.
    Honeysuckle: Ideal para pessoas que gostam viver no passado e estão ligados constantemente às memórias de perda de amigos ou parentes.
    Hornbeam: Ajuda a trazer equilíbrio mental e físico, trazendo força para realizar suas tarefas. Traz força, poder e determinação para trabalhar.
    Impatiens: Para aqueles que querem tudo sem nenhum atraso. Não conseguem ter paciência e não gostam de perder tempo. Ajuda a acalmar a irritação, tensão e alivia a dor. Esse floral está relacionado com o signo de Áries.
    Larch: Para aqueles que se consideram menos importante que os outros e incapazes de fazer qualquer coisa. Ajuda a trazer força e determinação para um crescimento forte e sadio. Também ajuda a dissolver o sentimento de inferioridade, desânimo e a falta de confiança no próprio valor.
    Mimulus: Combate o medo de doenças, acidentes, dor e desgraça. Ajuda a trazer confidência e felicidade.
    Mustard: Traz suporte e estabilidade para aqueles que sentem trsisteza e melancolia quase desesperada ou profunda depressão. Também indicado para os que pensam que nunca irão ser felizes. Mustard é o floral ideal para depressão sem explicação.
    Oak: Ideal para aqueles que estão sempre batalhando com uma disabilidade crônica ou doença e que nunca aceitam derrota.
    Olive: Para aqueles que sofrem fisicamente ou mentalmente, sentem exaustos por causa de alguma doença, dor ou batalha. Ajuda a renovar nossa força trazendo vitalidade. Elimina a fadiga, o esgotamento físico e mental, sendo bastante utilizada para períodos estressantes decorrentes de crises, separações e problemas de saúde.
    Pine: Ajuda a eliminar sentimento de culpa e a combater a baixa auto-estima. Ajuda a pessoa confiar nas próprias potencialidades e continuar com perseverança o seu trajeto de vida. Pine possui propriedades de limpeza, ajudando a limpar e clarear obstruções ambos fisicamente e mentalmente.
    Red Chestnut: Ajuda aqueles que sentem ansiedade pelos outros. Ajuda a acalmar a mente, o medo e a ansiedade. Dissolve a insegurança e traz coragem. Esse floral está relacionado com o signo de Câncer.
    Rescue: Ajuda a alcançar o equilíbrio natural do ser humano. Rescue é conhecido como o floral de emergência. Dissolve o medo, desespero, agonia e confusão mental, especialmente em situações de choque, traumas e estresse. Também pode ser usado em tratamento de feridas, insônia e outros problemas mais.
    Rock Rose: Para casos onde não há saída. Encoraja aqueles que precisam enfrentar situações difíceis e correr riscos. Ideal para quem treme ao enfrentar situações inesperadas ou difíceis, ou mesmo para os que tem medo de viajar. Ajuda a tranquilizar o sono e combate o medo noturno.
    Rock Water: Recomendado para aqueles que são muito exigentes com a maneira em que vivem e não se permitem aproveitar a vida porque precisam preservar a própria imagem de modelo e perfeição. Ajuda a dissolver a tensão que fica acumulada nas juntas e nos músculos.
    Scleranthus: Para aqueles que tem dificuldade em decidir entre duas coisas. Traz claridade e abre a percepção. Esse floral está relacionado com o signo de Libra.
    Star of Bethlehem: Ajuda a clariar a mente, limpando o inconsciente de choques ou traumas físicos e emocionais, especialmente em casos de acidente ou perda de alguém querido. Alivia traumas, dor e tensões.
    Sweet Chestnut: Ajuda a pessoa a encarar a verdade e efetuar mudanças importantes para seguir à diante.
    Vervain: Para aqueles que tem idéias e princípios fixos e não gostam de mudanças. Ideal para combater o estresse. Esse floral est'a relacionado com o signo de Leão.
    Vine: Ajuda a dissolver a arrogância, a inflexibilidade e a sede de poder. Traz confidência e abilidade.
    Walnut: For those who have ambitions and fulfill them and feels tempted to be led away from their own ideas. It gives protection from outside influences.
    Water Violet: Para aqueles que precisam tomar decisões sérias na vida. Também para aqueles que gostam de fazer as coisas de seu próprio jeito e gostam de ficar sozinhos. Esse floral está relacionado com o signo de Aquário.
    White Chestnut: Ajuda a acalmar e clarear a mente, ajudando a pessoa a controlar pensamentos obsessivos. Combate dor de cabeça, irritabilidade e a depressão.
    Wild Oat: Para aqueles que tem ambições altas na vida e que gostariam de ganhar mais experiência e aproveitar mais a vida. Dissolve o desânimo e a depressão.
    Wild Rose: Ajuda a dissolver a exaustão, a falta de vontade de lutar pelo que quer.
    Willow: Ajuda a curar ressentimentos, amargura e combate a negatividade. Ajuda a pessoa a assumir mais responsabilidades e não culpar os outros pelas coisas que acontecem.








    Os Florais de Bach atuam como colaboradores no ajuste das emoções e controle do estresse infantil, no inicio da vida escolar

    Lucy Ward, correspondente de assuntos sociais do jornal The Guardian, da Inglaterra, liderou uma pesquisa sobre o estresse em crianças de 11 a 20 meses – ou seja, que estavam começando a freqüentar o jardim de infância ou as creches – e crianças com menos de 8 anos – que estavam iniciando a vida escolar.
    A pesquisa visou mostrar que o nível de estresse e a elevação do nível do “hormônio do estresse”, conhecido como cortisol, que é secretado pelas glândulas adrenais.
    Foi comprovado que as crianças experienciam um alto nível de estresse nas primeiras semanas após a separação de suas mães. De acordo com o estudo feito – medindo o nível de cortisol – elas continuam mostrando sinais de “estresse crônico” até cinco meses depois do primeiro dia de aula ou creche.
    A análise concluiu que as crianças precisam de tempo extra e mais atenção dos pais após passarem o dia no berçário ou na escola, para que possam resgatar seu “equilíbrio emocional”, fazendo com que estejam prontas e mais centradas para o dia seguinte.
    Sem o conforto dos pais a criança começa o dia seguinte “hiperativa”, o que pode levá-la a ter problemas de comportamento e desobediência.
    Segundo o co-autor da pesquisa, Michael Lamb, da Universidade de Cambridge, a descoberta não significa que o jardim de infância, a creche ou o inicio da vida escolar sejam ruins para a criança; não há ainda uma conclusão a respeito dos efeitos do nível de estresse elevado e prolongado.
    Contudo, os resultados podem ajudar aos responsáveis pela organização escolar das crianças e aos pais a encontrarem uma solução para minimizar o estresse nesses alunos “de primeira viagem”, que estão em fase de transição de casa para creche ou para a escola.
    Os Florais de Bach podem ser uma das boas sugestões para auxiliar pais e filhos a passarem por esta fase, com mais tranqüilidade e equilíbrio emocional.
    Os Florais podem colaborar para o processo de transição e minimizar a ansiedade, o medo, a insegurança, bem como promover o desapego e oferecer a proteção para todos os envolvidos nesta nova etapa de vida da família. Os Florias de Bach podem fazer as pessoas sentirem-se mais positivas sobre o primeiro dia escolar das crianças.
    Uma pesquisa feita pela comissão de vistoria dos Remédios Florais de Bach confirmou que 76% das mães e 50% dos pais admitiram que ficaram mais nervosos do que as próprias crianças no primeiro dia de aula de que seus filhos. Sabemos que o estado emocional dos pais pode causar impacto e afetar seus filhos.
    Mudanças de classe, de sala e de grupo podem também deixar a criança sentindo-se deslocada ou um tanto quanto desorientada no começo; como conseqüência, sentem-se vulnerável emocionalmente.
    Felizmente os Florais de Bach podem ajudar a cuidar do bem-estar emocional e do ajustamento adequado ao novo ambiente, promovendo o equilíbrio e a serenidade emocional e física.
    Os Florais são seguros para toda a família, são livres de efeitos colaterais e têm sido utilizados por há mais de 70 anos.
    Se os pais, eventualmente, ficarem preocupados com o conteúdo alcoólico do Floral, poderão adicioná-lo em bebidas quentes – o vapor irá facilitar a evaporação do álcool.
    Também podem ser usados nos pontos de pulsação do corpo, como pro exemplo, as têmporas, os pulsos e atrás da orelhas.
    Nunca será demais oferecer ajuda proveniente da natureza, para que as crianças se sintam equilibradas. Sintonizar com o momento presente faz com que os desafios da vida sejam mais tranqüilos e construtivos.
    Veja abaixo alguns Florais selecionados para dar suporte e proporcionar o ajuste das emoções das crianças na fase de transição escolar.
    Mimulus – para crianças tímidas, que freqüentemente não se misturam com as outras, ou que têm medo de falar claramente e num tom mais alto.
    Vervain – para crianças hiperativas ou que têm dificuldade de relaxar ou acalmar-se.
    Larch – para crianças que não sentem confiança em tentar coisas novas ou ir a lugares novos e diferentes.
    Chicory – para crianças que são apegadas e que não querem ser deixadas sozinhas.
    Walnut – para crianças que não gostam de mudanças, como começar em uma escola nova ou qualquer outra modificação em sua rotina diária.

    Fonte: http://naturologiamococa.wordpress.com/category/florais-de-bach/page/3/

    Quem sou eu

    Minha foto
    Pinheiral, Rio de Janeiro
    Terapeuta Holística residente em Pinheiral.Diretora do ESPAÇO SO HAM DE TERAPIA HOLÍSTICA. Comprometida com todas as formas de terapias complementares e energéticas.
    Ocorreu um erro neste gadget